O manequim Starman e o Tesla Roadster da SpaceX já viajaram além de Marte. A SpaceX compartilhou um diagrama do carro que já foi dirigido por Elon Musk, indicando que ele agora passou do Planeta Vermelho.

• Se desse para trazer o Tesla do Elon Musk de volta do espaço, ele ainda funcionaria?

Compartilhando a posição atual do Starman em um diagrama no Twitter, a SpaceX fez referência à série O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams, adorada por Musk (o “restaurante no fim do universo” se refere ao segundo livro da série). O painel do Roadster também tem uma referência ao Guia do Mochileiro das Galáxias, como apontado pelo Space.com: as palavras “Don’t Panic” no painel também apareceram em uma capa do romance.

(“Localização atual do Starman. Próxima parada, o restaurante no fim do universo.”)

A SpaceX lançou o Tesla Roadster e seu passageiro inanimado ao espaço como carga do lançamento inaugural do foguete Falcon Heavy, em fevereiro deste ano, um feito que foi visto por muitos como um golpe de publicidade de Musk.

“A carga será o meu Tesla Roadster tocando Space Oddity”, tuitou Musk em dezembro, antes do lançamento. “O destino é a órbita de Marte. Ele estará no espaço por um bilhão de anos, mais ou menos, se não explodir na subida.”

O antigo carro de Musk não é a única coisa que ele pretende lançar no espaço. Em outubro, o CEO tuitou que donos de carros Tesla poderiam indicar um amigo a comprar um carro da fabricante e “ter a imagem que quiserem gravada em vidro com laser e enviada ao espaço por milhões de anos” (Musk depois acrescentou que não existe restrição ao tipo de imagem que pode ser enviada, o que certamente fará aparecer algumas preciosidades).

O Roadster passou de Marte cerca de nove meses depois do lançamento inicial, mas não ficará lá. Segundo o Space.com:

O Roadster e o Starman chegarão a algumas centenas de milhares de quilômetros do nosso planeta em 2091, de acordo com um estudo de modelagem de órbita. Os autores desse estudo determinaram que o carro irá colidir com Vênus ou com a Terra, provavelmente dentro das próximas dezenas de milhões de anos. Eles dão ao carro espacial uma chance de 6% de atingir a Terra no próximo um milhão de anos e uma chance de 2,5% de atingir Vênus neste mesmo período.

Considerando que, basicamente, não existe chance alguma de que essa coisa possa ser dirigida novamente, está tudo bem.

Siga o Gizmodo Brasil no Instagram

Imagem do topo: SpaceX

______________________________________

Galeria de Fotos: Melhores destinos para amantes do espaço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *